As ReligiõesA palavra religião provém da expressão latina “Re-Ligare” que significa religação. Nesse caso, a religião significa qualquer contato, pensamento ou estudo que esteja ligado a algo divino e supremo. As crenças surgiram há milhares de anos nas mais variadas civilizações e estão intimamente ligadas à humanidade. Elas foram determinantes em diversos acontecimentos durante a história mundial, tanto na parte política como social. Além disso, o grande conhecimento adquirido pelos homens não foi suficiente para diminuir a crenças em diversas entidades que tentam explicar a origem da vida

Tipos de Religião

São diversas religiões existentes que podem ser classificadas de diversas formas. Podem ser separadas pela sua filosofia, seus fundamentos, seus livros sagrados, dentre outros. A divisão pode ser feita em: panteístas, monoteísta, politeísta, neo-panteísta e ateísta.

Panteísta 

São os tipos de religiões mais antigas e que, em sua maioria, não possuem um livro sagrado, pois os ensinamentos foram passados de forma oral. Nesse caso, todas as coisas estão ligadas em um equilíbrio e existe a crença na reencarnação. São utilizados totens ou outros símbolos como ossos e animais. Os rituais costumam realizar procedimentos ligados à natureza.

Exemplos: Xamanismo, algumas religiões indígenas e célticas, etc.

Politeísta 

Surgiram em uma etapa posterior ao desenvolvimento da civilização. Nesse caso, começam a surgir registros escritos sobre determinadas religiões. Acreditam na existência de deuses que interferem nas decisões do mundo. São criados ídolos representados em pinturas e gravuras e passam a existir os templos para que os ensinamentos sejam divulgados.

Exemplos: Xintoísmo, religiões maias e astecas, religiões gregas, etc.

Monoteísta

Era mais comum na Idade Média e permanece atraindo adeptos em todo o mundo. As religiões pertencentes a esse grupo possuem livros sagrados que estabelecem as condições e as diretrizes de seus seguidores. Acreditam que um ser supremo foi o responsável pela criação de tudo que existe no Universo e que são enviados Messias com a responsabilidade de divulgar e repassar os ideais religiosos. Deus não possui um símbolo específico, mas seus enviados por muitas vezes são representados em pinturas e gravuras.

Exemplos: Judaísmo, Cristianismo, Islamismo, etc.

Ateísta

São crenças religiosas que acreditam que não existe um ser supremo; porém, alguns chegam a aceitar a existência de entidades ou espíritos e podem se basear em textos filosóficos. Algumas vertentes creem na reencarnação e afirmam que o Universo surgiu de um vazio. Buscam representações em seres da natureza e baseiam seus rituais em técnicas de autocontrole.

Exemplos: Taoismo, Budismo, etc.

Neo-panteísta

Religiões que surgiram a partir do século XVIII e que não possuem dogmas impostos e sim textos mais ligados à filosofia. Não há uma definição específica de um Ser Supremo e alguns símbolos são retirados de outras religiões.

Exemplos: Teosofia e algumas religiões esotéricas.

Religiões Afro-Brasileiras

Quimbanda

É uma ramificação da umbanda; porém, eles cultuam os mesmos Orixás, vestem o mesmo tipo de roupa e possuem os terreiros com as mesmas características. Uma diferença é o despacho, pois na quimbanda eles são realizados com animais e objetos pessoais. Costumam ser realizados à meia-noite em locais distantes e em encruzilhadas. As pessoas que seguem essa religião cultuam os Exus, chamados de espíritos das trevas. Uma das festas mais conhecidas é a Gira dos Exus, que acontece exatamente no fim das noites e os médiuns incorporam os Exus. Além disso, eles bebem, dançam e fumam.

Alguns Exus

  • Exu das Almas;
  • Exu Caveira;
  • Exu das Matas;
  • Exu Tranca Rua;
  • Pombagira Mulambo;
  • Cigana, dentre outros.

Candomblé 

Religiões AfricanasO candomblé chegou ao Brasil junto com os milhares de escravos que vieram da África. Para os portugueses, tudo era visto como bruxaria, mas ela se tornou uma religião muito praticada no país e em países como Uruguai, Argentina e Venezuela. É uma religião monoteísta, mas que pode cultuar vários deuses. É no candomblé que estão presentes as figuras do pai-de-santo. Os templos recebem o nome de casas ou terreiros e há divisões entre casas de linhagem mista, patriarcal e matriarcal.

Os seguidores realizam cultos em homenagem aos orixás e se conectam com objetos, plantas e animais. Para essa religião, os Orixás estão ligados à natureza e à humanidade. Seus seguidores são chamados de médiuns, que estabelecem uma conexão com os Orixás. Essas divindades são distinguidas entre os que estão mais próximos do lado espiritual e os que estão ligados a bens materiais.

Alguns Orixás

  • Oxalá: É o representante da natureza espiritualizada;
  • Iemanjá: Representa os mares e a imagem feminina;
  • Xangô: Trabalha com a questão de causa e efeito;
  • Ogum: Exemplifica o espírito de luta e trabalho;
  • Oxóssi: Representa as matas e a natureza juvenil da humanidade;
  • Iorimá: Orixá ligado à movimentação das águas e simboliza humildade e maturidade.

Umbanda

Há evidências que apontam para o surgimento da umbanda em 1908, por meio do médium Zélio Fernandino de Moraes. Essa religião possui diversas vertentes, como a umbanda esotérica e o umbandomblé. As orientações para os seguidores são feitas pelos Guias, que são espíritos que trabalham ligados a um determinado orixá.

Os locais onde são realizados os cultos de umbanda são os terreiros ou centros. O culto é chefiado por um Sacerdote ou Sacerdotisa que tenham mais experiência e, por isso, são responsáveis pela espiritualidade naquele momento. Os médiuns são diferenciados com base em determinadas características. Nos terreiros, as celebrações são divididas em sessões de desenvolvimento e consulta. Nas sessões de consulta, que podem se subdividir e receber o nome de gira, as pessoas falam com entidades para obter pedidos, conselhos e curas. O descarrego, quando um médium retira toda a energia negativa de uma pessoa, também ocorre nessas ocasiões.

Fundamentos da Umbanda
  • Acreditam que um Deus supremo foi responsável pela criação do Universo e ele se chama Olorum;
  • Certos valores devem ser praticados: a caridade, o respeito e a fraternidade;
  • Os orixás são tratados como manifestações divinas;
  • A alma é imortal;
  • Acreditam na reencarnação.

Outras Religiões

Espiritismo

Essa religião começou a ser desenvolvida no século XIX por Allan Kardec, que começou a estabelecer ideias sobre os espíritos durante aulas sobre magnetismo. Ele passou a ter mais interesse sobre o assunto e escreveu o livro chamado O Livro dos Espíritos, que ajudou na explicação sobre espíritos e fenômenos naturais. Foi Alan Kardec o responsável por criar a Revista Espírita e a Sociedade Parisiense de Estudos Espirituais.

No espiritismo, existe um grande número de obras que revelam as experiências que as pessoas tiveram com espíritos. Também é comum a psicografia, onde uma pessoa relata um fato ou história que lhe foi contada por espíritos. No Brasil, o maior representante da psicografia foi Chico Xavier. Os seguidores que possuem mais sensitividade são capazes de retirar algum mal que aflige os demais seguidores por meio de uma cura espiritual.

Para seus seguidores, Deus é um ser supremo e soberano. Segundo essa crença, os seres humanos conseguem reencarnar diversas vezes durante sua existência, com base na sobrevivência do espírito. Ainda com base nos fundamentos espíritas, o médium consegue manter contato com os espíritos desencarnados.

Imagem Ganesh

Xintoísmo

Essa religião surgiu no Japão e se divide em Xintoísmo Sectário e Shirine Shinto. Os livros sagrados são os Kogo-Shui (um conjunto de tradições de famílias que realizavam ritos dessa religião), Nihon Shoki (Possui 30 volumes) e o Kojiki (o mais antigo e possui três volumes). É uma crença politeísta que cultua a natureza, seus ancestrais e nos Kamis (os deuses ou divindades). Para o xintoísmo, a vida somente passa a ter sentido quando ela é vivida de forma pura e natural.

Confucionismo

É uma religião que surgiu por volta de 551 a 479 a.C com a ajuda de Kongzi, que é o Confúcio. Apesar de ser um tipo de religião, ela não possui a maioria das características das demais. O Confucionismo é baseado nos ideais de Confúcio sobre a obediência de certas condições de comportamento do indivíduo, visando seus interesses e nas ideias de Mêncius, que afirmava que a conduta humana deveria ser baseada na moral de cada um. Não existem igrejas nem divindades nessa religião. Para saber sobre os ideais dessa crença, é necessário ler os seguintes livros: Anacletos, o I Ching e o Mengzi.

Taoismo

Religião de origem chinesa que surgiu no século II e trata-se de uma filosofia oriental e politeísta. Sua filosofia é baseada no Tao (Caminho) e no dualismo representado por yin e yang. Para seus seguidores, o que é realizado pelos humanos deve estar em concordância com a natureza. Além disso, não se deve ter um apego às coisas materiais.